Histórico Séc.21 Informação Geral Clube Informação/Notícia

O Centenário do CRI relatado no Jornal “Rostos”

cri
Reportagem rostos.pt

“Clube Recreio e Instrução – Alhos Vedros
Uma história centenária que dignifica o concelho da Moita

O Clube Recreio e Instrução de Alhos Vedros assinalou o seu centenário. Uma sala repleta de associados, amigos e familiares, num ambiente marcado pela emoção e evocação de recordações. Uma história que faz parte das memórias de muitas gerações.

O CRI foi fundado para “responder a essa necessidade” de promover a instrução da população, dando sentido “à concretização do ideal republicano”.

O presidente da Junta de Freguesia de Alhos Vedros, Manuel Graúdo, no decorrer da sessão solene evocativa da efeméride sublinhou que – “celebrar cem anos de vida e actividade permanente, representa em si mesmo, a vitalidade, o empenho, a vontade indomável de homens e mulheres que foram capazes, com a sua vontade, com o seu empenho, com o seu trabalho e com a sua dedicação voluntária, de encontrar sempre o caminho justo, para unidos e organizados, promoverem os mais nobres valores, da amizade e da cooperação, instrumentos que não se podem separar, da construção de uma sociedade cada vez mais humana e desenvolvida que tanto ambicionamos”.

Imensa riqueza da freguesia de Alhos Vedros

Recordou o Presidente da Junta de Freguesia de Alhos Vedros, que o Clube Recreio e Instrução neste seu século de história foi um importante parceiro naquela que “a imensa riqueza da freguesia de Alhos Vedros, com as suas mais de 20 colectividades”, facto que contribui para “uma identidade social, cultural única e incomparável”.

Alicerces que o passado nos legou

“Celebrar este século de vida, justifica inteiramente o nosso aplauso e a expressão da nossa imensa alegria”, sublinhou Manuel Graúdo, acrescentando – “celebra de forma solene a história deste clube centenário, é também celebrar o futuro. Um futuro que será sempre nosso, se compreendermos e nele incorporarmos, aquilo que é a nossa herança cultural – os ensinamentos, os conhecimentos, as experiências e os alicerces que o passado nos legou”.
O autarca salientou, emocionado como o CRI contribuiu para – “a minha formação enquanto homem, muito se deve a esta casa”.

Dignificou Alhos Vedros e o concelho da Moita

Daniel Figueiredo, vereador da Câmara Municipal da Moita, recordou que no ano que o CRI foi fundado 76% da população do concelho da Moita era analfabeta.
Recordo que o CRI foi fundado parta “responder a essa necessidade” de promover a instrução da população, dando sentido “à concretização do ideal republicano”.
O trabalho realizado pelo CRI ao longo de um século de existência, sublinhou Daniel Figueiredo, – “dignificou Alhos Vedros e o concelho da Moita”.
O autarca sublinhou que as “pessoas realizam-se nestes espaços” e aqui sabem o que é “viver ao lado uns dos outros”.

Essencial manter vivos estes “espaços sociais”

Daniel Figueiredo, salientou que os ideais republicanos que estiveram na origem da fundação do CRI, nos tempos de hoje continuam actuais, perante as dificuldades dos tempos de hoje e porque é essencial manter vivos estes “espaços sociais” que são feitas por pessoas “que os valorizam com o seu trabalho”.

Esperei muito para viver este momento

No decorrer da sessão solene do centenário marcaram presença diversos dirigentes do movimento associativo, que recordaram a importância da celebração do centenário.
“Eu tinha 8 anos quando comecei a frequentar o CRI”, recordou um dirigente da Associação Náutica de Alhos Vedros.
“Esperei muito para viver este momento”, referiu o veterano Leonel Coelho, da Academia de Alhos Vedros.
Houve quem recordasse momentos da história do clube, ligada à resistência e ao MUD Juvenil.

Entregues 180 emblemas de vida associativa

Na sessão foram entregues emblemas a 180 associados que completaram 25 e 50 anos de vida associativa.
Foi a primeira vez na história do clube que se concretizou a entrega de emblemas evocativos de vida associativa.
O CRI – Clube Recreio e Instrução, fundado em 8 de Agosto de 1915, conta actualmente com 467 associados.
No final, num clima de festa cantou-se os parabéns e festejou-se cem anos de vida de um clube que faz parte da história associativa e do património sócio-cultural da freguesia de Alhos Vedros.
De referir que o programa das comemorações começou pela manhã, com a cerimónia de descerramento da placa de atribuição do nome ao Parque Desportivo – Artur Ferreira Gouveia.”

VER FOTOS

https://www.facebook.com/media/set/?set=a.10152998148037681.1073742262.374205877680&type=3

 

Link para a reportagem
Clube Recreio e Instrucao Alhos Vedros Uma história centenária (PDF)